ASM Torneiras


Fundada: 1987 | Sede: Braga | Área: Indústria

Ver Site

Eduardo Araújo Gonçalves


Nível de Heroísmo 4.9166666666667

Impacto Social

Capacidade Inspiracional 5

Pontuação Apurada: 59

Apesar das dificuldades, não desistimos. Arregaçámos as mangas e fomos à luta.



01

Antes do salto

ASM TAPS S.A. foi fundada em 1987 pelo seu atual sócio-gerente Eduardo Gonçalves. De estrutura familiar e com a marca inicial de ASM TORNEIRAS, abriu espaços de presença e consolidou a marca nos mercados onde está presente, contando para o efeito com a experiência do seu sócio fundador e da equipa colaboradora que com ele iniciou este projecto. 

Criou coleções de torneiras inspiradas em elementos da natureza, design, arquitetura e moda, sem esquecer a evolução tecnológica, a qualidade e o respeito pelo meio ambiente.

Em 2004, altura em que foi criado o nome AMS, Eduardo Gonçalves pensou em constituir-se como prestador de serviços em superfícies metálicas. No entanto concluíram que o fabrico era mais vantajoso para a empresa. Não só porque acabava por ser mais rentável, como evitava dependências de terceiros. Assim, regressaram ao fabrico das peças, apostando em design e variedade.

02

O que motivou o salto

Os anos de 2008/ 2009 foram um momento crítico para a empresa. Com a crise, o sector da construção teve uma queda e, em consequência, as encomendas de torneiras e acessórios de banho também decresceram substancialmente.

A acrescentar a este cenário, a AMS perdeu o seu principal cliente.

Foi uma altura difícil, em que se tinha que tomar uma decisão. Continuar ou fechar portas.

03

O salto

Apesar das dificuldades, Eduardo Gonçalves e a sua equipa acreditavam que iriam conseguir dar a volta. Além disso, tinham compromissos assumidos com alguns clientes que não queriam defraudar. Partiram para a luta.

Recorreram ao crédito bancário para fazer face aos seus compromissos e investiram fortemente na área comercial. Produziram novos catálogos e começaram a visitar clientes, porta-a-porta, tanto em Portugal como no estrangeiro. 

04

Os resultados do salto

Em 2012 tinham recuperado a saúde financeira da empresa.

Hoje têm um conjunto de clientes fidelizados que garante a facturação e o crescimento anual.

A aposta agora é na internacionalização, já que no mercado nacional já não têm muito mais por onde crescer. Daí a evolução para o nome ASM TAPS.

04

Os resultados do salto

Em 2012 tinham recuperado a saúde financeira da empresa.

Hoje têm um conjunto de clientes fidelizados que garante a facturação e o crescimento anual.

A aposta agora é na internacionalização, já que no mercado nacional já não têm muito mais por onde crescer. Daí a evolução para o nome ASM TAPS.