Focus Group


Fundada: 2005 | Sede: Lisboa | Área: Construção

Ver Site

Nuno Malheiro


Nível de Heroísmo 5

Impacto Social

Capacidade Inspiracional 5

Pontuação Apurada: 10

Da crise para os Jogos Olímpicos.



01

Antes do salto

O Arquiteto Nuno Malheiro da Silva, inscrito na Ordem dos Arquitetos e licenciado pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa, colaborou, nos seus anos de formação, em diversos gabinetes de arquitetura. 

Fundou a sua primeira empresa, na mesma área, em 1997. 

E em 1999 aceitou a missão de recuperar e gerir a Marobal, uma empresa de consultoria na área das instalações técnicas com atividade desde 1974. 

Na procura de complementaridade à atividade dessas duas empresas, criou em 2001, com o Eng. António Barroso, uma empresa de Engenharia Civil, a Engicraft. 

 

02

O que motivou o salto

Em finais de 2004, começámos a perceber que o sector estava prestes a enfrentar sérios problemas. 

Procurando antecipar a crise que se instalou mais tarde, fundámos, em 2005, o Focus Group, a partir da conjugação das três empresas anteriores.

Criámos também novas empresas de disciplinas complementares de consultoria e projeto: urbanismo, paisagismo, design e arquitetura de interiores. 

O Focus Group materializou no mercado português um conceito único nos serviços de consultoria e projeto, a que chamou “One Stop Solution”. 

Baseado na junção de esforços para trilhar um caminho em comum, os objetivos na criação do Focus Group foram os seguintes: potenciar sinergias e consequente redução de custos, criar uma marca forte e centralizadora e oferecer aos clientes um conjunto global de serviços complementares e especializados.

O grupo tinha duas metas: crescer, aumentando o volume de negócios e a rentabilidade, e internacionalizar.

 

03

O salto

Com a internacionalização, esperávamos crescer e fortalecer, em simultâneo, a nossa posição no mercado nacional.

Entretanto, veio a crise e o mercado mudou drasticamente. No cenário em que Portugal e outros países se encontravam, a atividade no sector público diminuiu significativamente. E, no sector privado, a maior parte dos projetos passou a ser de pequena ou média dimensão.

Para além disso, o foco passou  a estar nos preços baixos em detrimento da qualidade, o que não permitia, na maior parte dos casos, a diferenciação do trabalho produzido.

De modo a centralizar a atividade internacional do grupo e superar a crise, em 2010, foi criada a Focus Group-International. 

Uma empresa que atualmente conta com subsidiárias em Cabo Verde, na Roménia e em Marrocos. E com sucursais em São Tomé e Príncipe, na Argélia e ainda uma presença no Qatar.

Em 2012 criámos a Focus Group-Project Management, em conjunto com o Eng. José Luis Oliveira, de modo a acrescentar à oferta integrada do Focus Group os serviços de gestão de projetos e de gestão e fiscalização de obras.

 

04

Os resultados do salto

O volume de negócios passou de cerca de 1.100.000€ em 2005 para aproximadamente 2.400.000€ em 2008.

Em 2013, num consórcio com um atelier brasileiro de arquitetura, vencemos o concurso internacional para a elaboração do Masterplan e dos projetos do Complexo Desportivo de Deodoro construído para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. 

O Focus Group foi responsável pela elaboração dos projetos de infraestruturas e de engenharia. 

Este foi um dos maiores feitos do grupo nos últimos anos e motivo de grande orgulho!

O nosso objetivo é continuar neste caminho e aproveitar a experiência e o nome  que fomos construindo ao longo destes anos, tanto lá fora como cá dentro. 

A força do Focus Group é a sua equipa multidisciplinar: arquitetos, engenheiros (civis, eletrotécnicos e mecânicos) urbanistas e paisagistas que procuram, em conjunto, as melhores soluções para cada cliente.

 

 

04

Os resultados do salto

O volume de negócios passou de cerca de 1.100.000€ em 2005 para aproximadamente 2.400.000€ em 2008.

Em 2013, num consórcio com um atelier brasileiro de arquitetura, vencemos o concurso internacional para a elaboração do Masterplan e dos projetos do Complexo Desportivo de Deodoro construído para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. 

O Focus Group foi responsável pela elaboração dos projetos de infraestruturas e de engenharia. 

Este foi um dos maiores feitos do grupo nos últimos anos e motivo de grande orgulho!

O nosso objetivo é continuar neste caminho e aproveitar a experiência e o nome  que fomos construindo ao longo destes anos, tanto lá fora como cá dentro. 

A força do Focus Group é a sua equipa multidisciplinar: arquitetos, engenheiros (civis, eletrotécnicos e mecânicos) urbanistas e paisagistas que procuram, em conjunto, as melhores soluções para cada cliente.