Science4you SA


Fundada: 2008 | Sede: Lisboa | Área: Comércio

Ver Site

Miguel Pina Martins


Nível de Heroísmo 4.8103

Impacto Social

Capacidade Inspiracional 4.8448

Troquei um emprego seguro na banca por um projecto sorteado numa aula.

01

Antes do salto

Janeiro de 2008: foi criada a Science4you em pleno cenário de pré-crise financeira do subprime americano. O clima económico internacional adivinhava-se complicado no entanto Miguel Pina Martins na altura com 22 anos decidiu que era altura de começar a construir o seu sonho. Com apenas 4 meses de experiência de trabalho despediu-se no seu emprego na banca de investimento e fundou a Science4you. A ideia no entanto já tinha surgido há cerca de um ano atrás durante a execução do seu mestrado no ISCTE. Na cadeira de empreendedorismo tinha que apresentar um business plan para um projecto, que lhe saiu literalmente "na rifa" durante a aula em que foram atribuídas as ideias de negócio. As ideias eram dadas por alunos da faculdade de ciências e sorteadas pelos alunos da cadeira. O resultado do sorteio foram Brinquedos Científicos ideia que não teve a melhor aceitação por parte do grupo. Prevaleceu a visão de Miguel Pina Martins e a constatação da excelente oportunidade que tinha em mãos.

02

O que motivou o salto

A decisão mais importante foi deixar o emprego e arriscar por conta própria. À medida que ia construído o plano de negócios foi detectada uma falha no mercado português(e não só) relativa a brinquedos educativos. Todos os indicadores apontavam para uma procura crescente para este tipo de brinquedos e a oportunidade era real. Não podemos descurar no entanto a motivação e ambição pessoal do fundador da Science4you como um motivo extremamente forte para a criação do seu próprio negócio.

03

Dar ou não o salto

Com uma facturação de € 50K no primeiro de actividade e testado o mercado foi constatado que a ideia só teria pernas para crescer verdadeiramente a longo prazo se fosse internacionalizado desde logo. Em 2009, e já com a crise financeira a alastrar para toda a europa, foi tomada a decisão de entrar em Espanha. O caminho no mercado português ainda seria longo mas o da internacionalização seria ainda mais e quanto mais cedo começasse melhor. No entanto o salto que temos que sublinhar neste processo está directamente relacionado com a velocidade do crescimento.

04

O salto

A decisão fundamental foi sem dúvida, e já constatado o enorme potencial da empresa, a velocidade do crescimento. E aqui devido à enorme ambição do fundador não houve muitas dúvidas: o mais rápido possível. O primeiro desafio seria escolher a equipa para ajudar no processo e neste caso a escolha recaiu por pessoas de confiança mas com formação académica adequada de modo a poderem contribuir de forma positiva para o crescimento. Em termos de recursos financeiros o desafio seria enorme visto estarmos a falar de um sector que requer alto investimento em stock. E aqui a diversificação foi um factor chave: um mix de capital de risco, com fundos europeus e nacionais dedicados a startups e por vezes a banca foram fundamentais para o crescimento exponecial da science4you. As "dores" de crescimento são as naturais a uma startup. Semanas de trabalho com mais de 60 horas com muito sacrifício da vida pessoal com o stess que vem associado e muita adrenalina ao ver os números a aumentar.

05

Os resultados do salto

O resultado foi completamente recompensador: A. A Science4you é hoje a maior empresa de brinquedos em Portugal e a terceira em termos de facturação. B. Em 8 anos passou de 50K para uns esperados 16 milhões em 2016. C. Pensamos ter mudado a forma como as crianças se relacionam com os brinquedos em Portugal e esperamos fazer o mesmo no resto do mundo. D. Os colaboradores que começaram nos primeiros tempos da empresa cresceram profissionalmente com a empresa e pessoalmente viram recompensados toda a sua dedicação.

04

O salto

A decisão fundamental foi sem dúvida, e já constatado o enorme potencial da empresa, a velocidade do crescimento. E aqui devido à enorme ambição do fundador não houve muitas dúvidas: o mais rápido possível. O primeiro desafio seria escolher a equipa para ajudar no processo e neste caso a escolha recaiu por pessoas de confiança mas com formação académica adequada de modo a poderem contribuir de forma positiva para o crescimento. Em termos de recursos financeiros o desafio seria enorme visto estarmos a falar de um sector que requer alto investimento em stock. E aqui a diversificação foi um factor chave: um mix de capital de risco, com fundos europeus e nacionais dedicados a startups e por vezes a banca foram fundamentais para o crescimento exponecial da science4you. As "dores" de crescimento são as naturais a uma startup. Semanas de trabalho com mais de 60 horas com muito sacrifício da vida pessoal com o stess que vem associado e muita adrenalina ao ver os números a aumentar.

05

Os resultados do salto

O resultado foi completamente recompensador: A. A Science4you é hoje a maior empresa de brinquedos em Portugal e a terceira em termos de facturação. B. Em 8 anos passou de 50K para uns esperados 16 milhões em 2016. C. Pensamos ter mudado a forma como as crianças se relacionam com os brinquedos em Portugal e esperamos fazer o mesmo no resto do mundo. D. Os colaboradores que começaram nos primeiros tempos da empresa cresceram profissionalmente com a empresa e pessoalmente viram recompensados toda a sua dedicação.