WinTrust


Fundada: 2006 | Sede: Lisboa | Área: Informática

Ver Site

Filipe Nuno Carlos


Nível de Heroísmo 4.875

Impacto Social

Capacidade Inspiracional 5

Pontuação Apurada: 39

Transplante de Cérebro!



01

Antes do salto

Eu tinha um cérebro orientado a ser empregado por conta de outrem. Foi essa a educação que recebi dos meus pais. Como complemento, ia recebendo mensagens de diversas fontes em que um negócio para vingar precisaria de ter um gestor “espertalhão” (termo usado para caracterizar alguém menos ético em detrimento de alguém visionário).

Esse contexto estava ainda assente numa educação muito protetora (“vê lá filho, tem cuidado”) e assente em elevados padrões de respeito e honestidade – o meu Pai tomou a iniciativa de contactar a empresa de eletricidade porque o contador estava a contar menos do que aquilo que se consumia… a maioria das pessoas não o faria!

Dar qualquer salto no sentido de ser dono de uma empresa exigiria um transplante de cérebro!

Já como empresário, a WinTrust sentiu o efeito da crise em 2011/2012, onde o serviço “premium” não estava compatível com as empresas a procurarem o preço como fator de decisão de compra.

 

02

O que motivou o salto

Quando em 2006 decidi abrir a empresa, foi certamente a decisão mais importante e mais arriscada.

Sabia que estava a iniciar um negócio numa área nova, em que poucos acreditavam. Inspirei-me no modelo existente na área da Engenharia Civil para o transportar para a Engenharia Informática (entidade independente que acompanha a execução da obra/software). Outro fator de inspiração foi ter frequentado o MBA e sentir que podia vingar sem violar os meus princípios.

Foi preciso muita força de vontade para abrir atividade num mercado ainda embrionário onde se sabia que o crescimento seria lento. Mas sentia que havia esse nicho de mercado que não estava a ser explorado em Portugal, e acima de tudo, queria provar a mim mesmo que era possível ter um negócio de sucesso assente em elevados padrões éticos e de geração de confiança – daí o nome “Ganhar confiança” = WinTrust.

Além disso, sendo um negócio de crescimento lento, e sabendo que vivemos num clima onde os investidores procuram retorno rápido do capital investido, isso seria, de per si, uma barreira à entrada de novos competidores.

O salto para o mercado internacional, ocorrido em 2012, teve a motivação de nos querermos comparar com os melhores (daí termos optado por iniciar esse processo em mercados maduros como a Europa Central) mas também como forma de manter a competitividade no mercado nacional sem perder a excelência do serviço.

03

O salto

O salto começou com a materialização dos valores da empresa que serviram de:

- Retenção do Talento – em que cada colaborador se sente “em casa” por trabalhar numa empresa com valores com os quais se identifica

- Foco na satisfação dos clientes (ao fim de 12 anos podemos dizer que é um grande feito ter todos os clientes como clientes satisfeitos)

- Postura verdadeiramente centrada na promoção de cada colaborador como profissional. Somos das empresas que mais aposta na formação dos seus quadros. Tanto na formação técnica como na formação em soft skills.

Foram também criados processos de venda muito orientados à demonstração de valor desta oferta inovadora.

Em paralelo com a atividade da WinTrust, também participei na criação da Associação Portuguesa de Testes de Software (www.pstqb.pt), que permite o aumento das qualificações da nossa comunidade de profissionais, dignificando assim não só a nossa profissão mas também o tal mercado embrionário de 2006 (que veio para ficar!).

04

Os resultados do salto

O primeiro grande resultado está no reconhecimento da WinTrust como uma empresa chave neste mercado, sendo a empresa de eleição para os projetos verdadeiramente críticos porque é reconhecida pela qualidade do serviço prestado.

O nosso crescimento fez-se através do “repeat business” dos atuais clientes que é complementado todos os anos pela aquisição de uns quantos clientes novos.

Hoje a área de testes é reconhecida como uma área de grande valor dentro dos serviços em Sistemas de Informação e eu sou reconhecido como um especialista em Portugal e no estrangeiro.

Fui orador numa conferência internacional em Roterdão, em Jun.2017, e fruto do feedback do público, fui convidado para ser orador noutras conferências, nomeadamente na próxima conferência em Madrid, em Jun.2018.

04

Os resultados do salto

O primeiro grande resultado está no reconhecimento da WinTrust como uma empresa chave neste mercado, sendo a empresa de eleição para os projetos verdadeiramente críticos porque é reconhecida pela qualidade do serviço prestado.

O nosso crescimento fez-se através do “repeat business” dos atuais clientes que é complementado todos os anos pela aquisição de uns quantos clientes novos.

Hoje a área de testes é reconhecida como uma área de grande valor dentro dos serviços em Sistemas de Informação e eu sou reconhecido como um especialista em Portugal e no estrangeiro.

Fui orador numa conferência internacional em Roterdão, em Jun.2017, e fruto do feedback do público, fui convidado para ser orador noutras conferências, nomeadamente na próxima conferência em Madrid, em Jun.2018.