Adão Oculista lda


Fundada: 1962 | Sede: Porto | Área: Comércio

Ver Site

Paula Pinho

Com apoio de Arlindo Teixeira, Marta Teixeira e Ciza e Manuela Pinho


Nível de Heroísmo 4.957805907173

Impacto Social

Capacidade Inspiracional 4.9493670886076

Pontuação Apurada: 2348

Uma história com Visão… Literalmente!



01

Antes do salto

57 Anos. Esta é a idade da nossa empresa . O verdadeiro herói desta história foi o nosso fundador: Adão Pinho.

Abre em 1962 um pequeno espaço de 10 m2: Ele, relações publicas nato, a minha mãe técnica de óptica, perfeccionista por vocação;

Um anjo da guarda, Erich Brodheim que nos financiou, muitos clientes amigos e a missão a que nos propúnhamos: Servir.

E trabalharam incansavelmente. Percorreram quilómetros, abriram gabinetes de optometria quando os óculos eram pré montados; abriram 20 pontos de venda na província quando tudo era tratado no Porto; financiaram os primeiros cursos de óptica quando a formação para todos era um sonho inatingível…de 2 depressa chegaram aos 50 colaboradores.

Visionário, apostava tudo em publicidade. Nos anos 70 as estações de rádio passavam o spot: Se necessita melhorar a sua vista: Adão Oculista... Os carros da empresa, decorados com publicidade, cobriam toda a zona Norte. Os sacos de açúcar lembravam o nome…

02

O que motivou o salto

E chegou a crise….e as multinacionais…e as campanhas especulativas e falseadas onde se oferece gato por lebre…as lojas dos “chineses”…

E mais uma vez, apostou tudo: fechou metade dos pontos de venda e elevou ao máximo a qualidade das marcas dos artigos a entregar aos clientes.

Comprou as máquinas mais recentes e com a mais avançada tecnologia para a montagem dos serviços. Dotou os gabinetes de equipamentos extraordinários e elevou a formação de todos os colaboradores a valores inigualáveis.

Mais uma vez, deu a volta por cima. A partir daqui a estabilidade parecia ter-se instalado…mas não.

As multinacionais invadiram completamente o país, formaram blocos intransponíveis com as Seguradoras, inibindo e proibindo as vendas às ópticas tradicionais, as lojas de Low-Cost com artigos duvidosos floresceram inexplicavelmente.

E a vida do nosso fundador termina deixando-nos sem o pilar apoio que todos sabíamos que tínhamos…ficámos sozinhos.

03

O salto

Agora nós... A partir daqui ou desistíamos ou ultrapassávamos a concorrência. Desistir não faz parte do nosso dicionário. Este foi o motivo do salto.

Em 2013 começamos a estar cansados de ser aquilo que queriam que fossemos e decidimos ser aquilo que somos: somos Portugueses! E somos bons, muito bons naquilo que fazemos.

A certificação de qualidade da empresa, como nossa bandeira, foi nesse ano conquistada.

Decidimos criar uma marca própria. Uma marca que reflectisse a nossa identidade e o nosso saber. Tínhamos o saber, a vontade, os meios e as pessoas necessárias para fazer acontecer. O saber da primeira geração, a vontade da segunda e a criatividade da terceira uniram-se neste projecto: Em 2017 colocamos à venda as primeiras peças de A1962, uma colecção inteiramente desenhada e criada por nós e tornada real pela parceria com a única fabrica de óculos em acetato da Península Ibérica. Matérias-primas de óptima qualidade combinadas com design excelente.

04

Os resultados do salto

Rapidamente a marca atinge as 1000 peças vendidas, especialmente a clientes estrangeiros.

Pontos de venda estrategicamente posicionados fizeram com que a nossa identidade chegasse aos quatro cantos do mundo.

Mais uma vez, demos a volta à situação e saímos vencedores. É hora de afirmar que estávamos certos.

Nos horizontes está a abertura de pontos de venda de identidade própria e criação de peças recicláveis, produtos biodegradáveis numa perspectiva de um futuro sustentável.

Esta empresa, recentemente reconhecida como Loja de Interesse Cultural e Histórico, ainda tem um longo caminho a percorrer. Por certo não ficaremos pela 3ª geração... Imagem de marca, imagem do Porto, conquistaremos o futuro sem nunca esquecer que um dia, embora tão pequenos sabíamos que éramos tão bons e seriamos melhores que os grandes. Esta é a nosso história.

04

Os resultados do salto

Rapidamente a marca atinge as 1000 peças vendidas, especialmente a clientes estrangeiros.

Pontos de venda estrategicamente posicionados fizeram com que a nossa identidade chegasse aos quatro cantos do mundo.

Mais uma vez, demos a volta à situação e saímos vencedores. É hora de afirmar que estávamos certos.

Nos horizontes está a abertura de pontos de venda de identidade própria e criação de peças recicláveis, produtos biodegradáveis numa perspectiva de um futuro sustentável.

Esta empresa, recentemente reconhecida como Loja de Interesse Cultural e Histórico, ainda tem um longo caminho a percorrer. Por certo não ficaremos pela 3ª geração... Imagem de marca, imagem do Porto, conquistaremos o futuro sem nunca esquecer que um dia, embora tão pequenos sabíamos que éramos tão bons e seriamos melhores que os grandes. Esta é a nosso história.