Santosom


Fundada: 2000 | Sede: Cortegaça- Ovar | Área: Indústria

Ver Site

Sergio Vieira

Com apoio de Nuno Santos e Telmo Santos


Nível de Heroísmo 4.9556451612903

Impacto Social

Capacidade Inspiracional 4.9475806451613

Pontuação Apurada: 1227

Da garagem para o mundo.



01

Antes do salto

Contar a história da SANTOSOM, implica recuar no tempo até à infância dos seus fundadores, em que a principal fonte de rendimento da família era a receita arrecadada pelo pai nas atuações de um grupo musical.

As deslocações do grupo de terra em terra, obrigavam a um cuidado redobrado com o transporte dos instrumentos, cujas caixas de transporte utilizadas para o efeito se apresentavam deficientes em ambiente de "tournée".

A necessidade do próprio grupo em ter caixas adequadas e a dificuldade de as encontrar em Portugal a preço acessível levou à identificação de uma lacuna no mercado... e aqui está a génese da Santosom. As primeiras caixas produzidas de uma forma artesanal na garagem dos pais, chamaram a atenção de outros com as mesmas necessidades, dando origem às primeiras encomendas e a palavra foi passando.

02

O que motivou o salto

O salto foi motivado pela vontade de vencer.

Era necessário pagar contas, ter um teto, ter um trabalho. Estes foram os principais motivos para o início da aventura. Nuno, Pedro e Telmo trabalham dia a pós dia, noite após noite de forma a conseguirem aperfeiçoar cada modelo e criar cada caixa.

Desprovidos de ferramentas informáticas que permitissem o fluxo de informação, a uniformização de modelos e a gestão de produção, tinham que improvisar e usar métodos tradicionais para que cada modelo fosse construído sem problemas.

Na garagem da nova casa começam a entrar ferragens, algumas pequenas máquinas e placas de madeira. Como fundo de maneio, tinham um adiantamento de um cliente e prendas de casamento de um dos irmãos. Foi nestas condições precárias que teve início a que hoje é a maior empresa do setor na Península Ibérica.

03

O salto

Com o aumento do número de clientes cresceram as encomendas e passados dois anos, em 2004, mudam-se para um armazém industrial em Cortegaça, contribuindo deste modo para a dinamização da indústria local.

Nesta altura compram-se as primeiras máquinas profissionais, computadores, entra-se numa nova era: a industrialização. Em pouco tempo compram a nova e atual fábrica e o esforço de modernização continua: o investimento em novas máquinas, software e aprendizagem multiplica-se.

Os processos são cada vez mais valorizados e os detalhes cada vez mais pormenorizados. Embora em 2015 tenha saído um dos irmão e em 2017 entrado outro sócio o salto é independente.

04

Os resultados do salto

Atualmente, a Santosom tem um volume gigante de conhecimento adquirido.

Já não produz caixas apenas para o mercado audiovisual. Cresceu tanto no leque de clientes como geograficamente. Possui uma ligação com o mercado a nível mundial, exporta para mais de 25 países, trabalha com marcas e com o cliente final. Privilegia a relação com cada cliente e, numa era digital e de consumo de massa, gosta de saber a necessidade de cada um dos seus clientes.

Em termos numércos, apresenta um volume de negócios na casa do 1.8 milhões de euors e o crescimento nos últimos anos esteve na casa dos 10%/ano. Possui 40 funcionários quando a média do mercado é de 6/7. Tornou-se um líder Ibérico e um dos mais reconhecidos players europeus pela qualidade, inovação e durabilidade.

04

Os resultados do salto

Atualmente, a Santosom tem um volume gigante de conhecimento adquirido.

Já não produz caixas apenas para o mercado audiovisual. Cresceu tanto no leque de clientes como geograficamente. Possui uma ligação com o mercado a nível mundial, exporta para mais de 25 países, trabalha com marcas e com o cliente final. Privilegia a relação com cada cliente e, numa era digital e de consumo de massa, gosta de saber a necessidade de cada um dos seus clientes.

Em termos numércos, apresenta um volume de negócios na casa do 1.8 milhões de euors e o crescimento nos últimos anos esteve na casa dos 10%/ano. Possui 40 funcionários quando a média do mercado é de 6/7. Tornou-se um líder Ibérico e um dos mais reconhecidos players europeus pela qualidade, inovação e durabilidade.